terça-feira, 19 de julho de 2016

CRÓNICA DE ÉVORA - POR JOSÉ LUIS FIGUEIREDO


Um bravo e bem apresentado curro de toiros com divisa Pinto Barreiros foi o principal "culpado" do bom espectáculo que ocorreu na arena de Évora.
 
CAVALEIROS
António Telles, o maestro da Torrinha, ofertou-nos duas excelentes lides interpretadas bem ao seu estilo, também Rui Fernandes, num excelente momento "convenceu" os presentes que não lhe regatearam aplausos, por sua vez Luís Rouxinol Jr. em substituição de seu pai, temporariamente no "estaleiro" acusou um pouco  a pressão no primeiro, mas no segundo empolgou a assistência com uma actuação bem madura e de elevado
valor artístico.
FORCADOS
João Grave, Lourenço Ribeiro e António Góes pelos Amadores de Santarém.
João Pedro Oliveira, João Madeira e Martin Caeiro pelos Amadores de Évora honraram a jaqueta que ostentam.

José Luís Figueiredo
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS