terça-feira, 25 de outubro de 2016

Vencedor absoluto do Concurso de Ganadarias em Évora: Veiga Teixeira volta ao palco do grande triunfo

 
Absoluto triunfador do Concurso de Ganadarias deste ano em Évora, onde ganhou os dois prémios em disputa  bravura e apresentação - o ganadeiro António Francisco da Veiga Teixeira lida no próximo domingo na mesma praça de Évora, na última grande corrida da temporada, um magnífico e sério curro de toiros. Não será propriamente "um regresso ao local do crime", mas é, sem dúvida, um regresso ao palco do grande triunfo. As expectativas para a corrida são muitas e o público marcará certamente presença em força para se despedir da temporada, faça chuva ou faça sol, já que a praça é coberta. Vamos saber quais as expectativas do ganadeiro.

- Grande responsabilidade, esta de voltar a Évora para fechar a temporada no próximo domingo depois de ter ganho este ano nesta praça os dois prémios (bravura e apresentação) do Concurso de Ganadarias. Que expectativas, António Francisco?
- Espero que a maioria dos toiros invista com alegria, conforme tem sido o caso dos seus irmãos, para que a responsabilidade de voltar a Évora, para além do nervoso que me provoca, venha a proporcionar uma boa corrida de toiros!
- Os toiros Veiga Teixeira continuam a “tirar o sono” aos toureiros e aos forcados?
- Não vejo razões para isso pois não tenho como objectivo apresentar na arena animais ilidáveis, no entanto creio que os espectadores vão aos toiros à procura de emoções e estas só se conseguem com toiros que transmitam às bancadas o imenso valor que tem que ter um homem que se arrisca a provocar a investida dum oponente que é um adversário sério  que há que submeter e não um colaborador sem perigo,
- Passados os anos dos toiros “nhoc-nhoc”, considera que 2016 foi uma temporada marcada pelo regresso do toiro-toiro e da emoção às praças?
- Nalguns casos sim, verificou-se uma melhoria na qualidade dos toiros e o público saíu contente e a falar de toiros no fim da corrida. No entanto, houve bastantes espectáculos soporíferos, principalmente naqueles que mais gente tinham nas praças e em que se ouvia no final "disto nunca mais”, enfim os primeiros fazem aficionados, os segundos afastam-nos. Para bom entendedor....
- Toiros para 2017? Muitos? Como antevê a próxima temporada?
- Temos para o próximo ano mais ou menos o mesmo número de toiros dos últimos três ou quatro anos,ou seja seis/sete corridas e uma vez que o mercado do toiro já está equilibrado em quantidades na Europa espero estabilizar no futuro próximo neste número.
fonte: FARPAS BLOGUE
 



 
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS