quarta-feira, 13 de setembro de 2017

CRÓNICA DA PRIMEIRA DA FEIRA DA MOITA - POR JOSÉ LUIS FIGUEIREDO


Com duas duas faenas de sonho, Sebastián Castella foi o triunfador máximo da primeira corrida da feira de Setembro na Moita do Ribatejo.
Perante dois bravos e nobres toiros de Paulo Caetano, o matador de toiros françês desenhou passes de enorme expressão artística e sobretudo carregados de arte e toureiria (até parece fácil), que ficam certamente retidos na "alma" dos que amam a arte de montes.
Também Luís Rouxinol Jr. abriu o livro e regalou-nos com uma actuação de enorme
calibre, culminada com ferros de primeira estância, cujo violino de palmo foi a cereja no topo do bolo.
Completaram o cartel Luís Rouxinol, que deu a volta a um toiro que se adiantava
barbaridades na hora da ferragem e o novilheiro Cuqui que com uma faena esforçada,tentou e consegui agradar aos presentes.
As pegas, estiveram a cargo dos Amadores da Moita, com realce para a executada por Luís Lourenço.
Foram lidados toiros de Paulo Caetano ( 4 ), Palha e Oliveira e Irmãos que
proporcionaram aos intervenientes excelentes condições.

José Luís Figueiredo
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS