terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

QUANDO NOS FALTA O CHÃO... ATÉ JÁ MEU VELHO.


Todos conhecemos muita gente, uns passam outros vão ficando e outros tornam-se Amigos. 
Desde o meu inicio como fotografa na tauromaquia, uns estranharam, e até complicaram (poucos tenho que confessar) mas outros foram desde sempre pessoas especiais e que me trataram muito bem, e tu foste um desses. Tenho várias pessoas que guardo num cantinho muito especial do meu coração, alguns com quem tenho a sorte e o prazer de conviver ainda e outros nem por isso, mas o lugar deles estará sempre aqui. 
O meu Nené, o meu velho, o meu amigo, chato como tudo, sempre muito exigente e com um feitio tramado... só que eu já estou "mestrada" em feitios difíceis, não fosse eu casada há quase 24 anos com um assim parecido ao dele. Sempre lidei lindamente com ele e tal como o meu marido, também ele era o melhor no que fazia. 
Tivemos as nossas coisas, as nossas palermices, mas acima de tudo tivemos os nossos momentos que jamais na minha vida irei esquecer... brincadeiras puras e saudáveis sempre com o maior respeito de ambas as partes e graças a Deus de algumas tenho fotos e vídeos que guardarei religiosamente para poder sempre que a saudade aperta (e aperta mesmo muito) poder acalmar. 

Desde os meus 19 anos que lido muito mal com a morte, pois foi nessa altura que perdi o meu principal pilar, depois disso, já perdi muita gente querida, mas estou como que vacinada... ou pelo menos achava eu, até me faltares tu e ainda por cima desta forma canalha.
Não é nem sequer uma espécie de homenagem, é mais um desabafo que aqui faço, mas que de verdade sentia mesmo necessidade de fazer.
Meu velho, meu Álvaro Cunhal de Alcochete, meu mau feitio, estarás sempre mas mesmo SEMPRE no meu coração e tenho a certeza que sabes disso, estejas onde estiveres. Mais, sei que sabes que sempre contaste comigo e que sempre poderás contar, tu e os teus. E quanto ao que sinto e sempre sentirei por ti, tive a sorte de te poder dizer pessoalmente, quando na quarta feira em Mourão fizeste mais uma das tuas cenas de ciumes só para me "azucrinares" a cabeça. Ah e só para saberes que te vou fazer as vontades todas, igual ao que aliás tínhamos combinado! Vai tudo por ti meu velho!
Adoro-te e vou Adorar-te sempre. <3 

  






 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS