terça-feira, 15 de maio de 2018

CRÓNICA DA CORRIDA DE SALVATERRA - POR JOSÉ LUIS FIGUEIREDO

 

Era enorme a expectativa em redor da 3° corrida dos agricultores de tomate do Ribatejo, anunciado estava um concurso de ganadarias Luso - Espanhol, disputado entre as prestigiadas divisas de Conde de Lá Maza, Canas de Vigouroux, Miura, Veiga Teixeira, Dolores Aguirre e António Silva, lamentavelmente os dois últimos, ditados pelo sorteio, de impotente apresentação Dolores Aguirre 670 kgs e António Silva 680 kgs saíram à arena com problemas físicos e foram substituídos pelos sobreros com ferro Veiga Teixeira e António Silva, também de excelente apresentação, que como os demais, deram bom jogo e proporcionaram aos toureiros boas condições de lide. ~
Nota negativa, para o de Muira que destoava dos restantes e não nos parece digno de entrar num concurso de ganadarias, uma "distracção" da empresa,  pois o ganadero já em outras ocasiões mostrou desrespeito pela aficion lusa. 
De realçar o gesto da empresa, ao permitir a lide de dois sobreros quando o regulamento exige a lide de apenas um.
Os troféus em disputa, bravura e apresentação, foram ganhos pelo toiro de Veiga Teixeira lidado em 4° lugar.

O cartel era composto pelos cavaleiros António Telles, Francisco Palha e Andrés Romero e pelos forcados Amadores de Santarém e Amadores de Coruche. 
ANTÓNIO TELLES num excelente momento de forma soma triunfos após triunfos, está imparável.
FRANCISCO PALHA com duas grandes actuações, sobretudo a primeira.
ANDRÉS ROMERO muito aquém dos "mínimos", não acrescentou nada, nada mesmo, não deixa saudades. 
FORCADOS  a excelente pega de  Rúben Geovetti pelos scalabitanos e um enorme pegão do coruchense António Tomás foram momentos altos referentes à forcadagem. 

José Luís Figueiredo 
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS