domingo, 3 de junho de 2018

CRÓNICA DA CORRIDA DE ONTEM EM ESTREMOZ

A corrida iniciou-se com uma justíssima homenagem ao maestro JOAQUIM BASTINHAS que ao longo dos anos sempre se disponibilizou para colaborar em iniciativas de cariz humanitário.

                        CAVALEIROS

No toureio a cavalo destaque para MOURA CAETANO que lidou com maestria um manso com ferro da casa e MARCOS BASTINHAS que perante um novilho bravíssimo, mas com acentuada falta de visão de PAULO CAETANO recitou um lindo trecho de arte e bom toureio. Também a FRANCISCO PALHA tocou um cegueta da divisa PRUDÊNCIO SANTOS ao qual FRANCISCO se impôs com bons momentos de toureio. 

A LUÍS ROUXINOL JR. saiu pela porta dos sustos um bonito exemplar com dificuldades motoras nos membros dianteiros que "obrigou" o jovem ginete a abreviar a sua prestação. Completaram o cartel FILIPE GONÇALVES aquém do seu reconhecido valor, mesmo assim com alguns (poucos) bons momentos.

VERÓNICA CABAÇO perante um VEIGA TEIXEIRA deu o seu melhor, mas foi evidente a sua prolongada inactividade.

                       FORCADOS 

As pegas estiveram a cargo dos Amadores de Santarém e Amadores de Évora com destaque para a última pega a cargo do eborense António Alves tecnicamente a fazer tudo bem e ajudado com eficiência. 

                           TOIROS 

A cavalo (toiro) dado, não se olha o dente (olho).

                         NOTA  FINAL 

O constante movimento de pessoas na bancada e trincheira, são fortes indícios que dão razão aos que defendem a existência de intervalo. 

Caros amigos três horas! Não há cu que aguente. 


Um abraço 

José Luís Figueiredo 

 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS