terça-feira, 19 de junho de 2018

GALERIA DA HOMENAGEM DO CONCELHO DE MONFORTE AO MAESTRO JOÃO MOURA


Difícil é descrever tudo o que ali se passou, naquela tarde já muito quente, a fazer lembrar de facto que estávamos no alto Alentejo.
Para "abrir praça" um passodoble intitulado de João Moura, pela Banda Filarmónica de Póvoa e Meadas.
O presidente da câmara, Gonçalo Lagem, o Jornalista Miguel Alvarenga e o Homenageado João António Romão de Moura, levaram atrás deles um legado de amigos, aficionados, fãs, família, e até por certo alguns Monfortenses, que mesmo não sendo aficionados, não podiam jamais deixar de ali estar. 
De tudo o que ali, sobre João Moura, foi dito, apenas vou falar do discurso de Gonçalo Lagem, a quem tenho eu o privilégio de chamar de amigo, que me deixou, não de boca aberta ou de lágrima no canto do olho, mas com a maquilhagem borrada de tanto chorar. Quando começou o seu discurso pensei,,," políticos a falar... demoram uma eternidade e dizem o mesmo 30 vezes..."  Só que o Gonçalo foi diferente, muito diferente, porque ali não falou de politica, falou com sentimento de um amigo, de alguém de quem se orgulha de ser amigo, e de fazer parte como tantos Monfortenses, de um legado de fãs e fieis seguidores de João Moura. 
Aquele menino de 3 anos que assistiu ao colo de seus pais, à primeira encerrona de João Moura em Santarém... e que hoje lhe presta esta homenagem... que bom seria meu querido amigo Gonçalo, que todos os presidentes de câmara, junta, etc.. fossem como tu...
Todos já percebemos o quão humilde e transparente é o Maestro de Monforte, mas também ele, tal como eu, fez das tripas coração para não soluçar. 
Uma bela obra do também orgulhosamente Monfortense, Patico.

Parabéns Maestro João Moura.



















































































 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS