terça-feira, 7 de agosto de 2018

Grupo de Forcados Amadores do Montijo, quinta-feira, no Campo Pequeno



O Grupo de Forcados Amadores do Montijo estreou-se a 21 de Agosto de 1964, na Monumental Amadeu Augusto dos Santos (Montijo), pegando toiros da ganadaria de Rio Frio, sob o comando de José Jacinto Carvalheira.

Com um largo e rico historial, este grupo, que na actualidade é comandado por Ricardo Figueiredo, é detentor de vários e importantes troféus, destacando-se, em 2007, o troféu “João Moreira de Almeida, em 2003 o Troféu Casa dos Forcados Amadores do Montijo, em 2000 o Troféu III Concurso de
Ganadarias Idanha-a-Nova, 1998, o Troféu António Gouveia, em 1992 o  Troféu Corrida dos Pára-quedistas, em 1985 o Troféu Associação de Comandos, em 1968 o Troféu Augusto Linho e, em 1970 o prestigiado Troféu Casa da Imprensa, que o distingui como o melhor grupo do ano.

Elementos seus integraram várias selecções de forcados que actuaram nos Estados Unidos, Indonésia, Canadá, México, Venezuela e Colômbia.

Na temporada de 2017, o forcado Hélio Lopes foi o vencedor do Concurso de Pegas realizado no Campo Pequeno.

Na próxima quinta-feira, no Campo Pequeno, o Grupo de Forcados Amadores do Montijo repartirá cartel com os seus homólogos Real de Moura e Turlock, capitaneados respectivamente por Valter Rico e Georges Martins Jr. e os cavaleiros Rui Salvador, António Brito Paes, Manuel Ribeiro Telles Bastos, Duarte Pinto, Andrés Romero (rejoneador espanhol que confirma a alternativa) e David Gomes (que confirma a alternativa), na lide de seis imponentes toiros de Vale Sorraia.
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS