terça-feira, 18 de setembro de 2018

PALHA ... e muito MAIS - CRÓNICA DA SEGUNDA CORRIDA DA FEIRA DA MOITA


Francisco Palha, voltou a justificar, na Daniel Nascimento a razão  ( ões ) porque é sem margem para dúvidas o
grande triunfador da temporada. 
A classe,  a postura, a humildade  (até nos brindes), a inteligência com que brega e sobretudo a serenidade com que põe  "a carne no assador", para nos ofertar ferros de antologia " ferros à Palha " como já se comenta na bancada. Francisco não se reserva para finais de lide "joga forte" logo de início, o segundo comprido em sorte frontal, ainda com o toiro no primeiro estado, foi um portento um índice bem claro de ao que vinha depois foi um desfilar de mestria e ferros  impróprios para cardíacos, a tudo isto como se não bastasse Francisco acrescenta um significativo "saber estar".

JOÃO MOURA - A comemorar quarenta anos de alternativa  (está bem e recomenda-se), João Moura esteve em bom plano algo que  tem sido constante ao longo da temporada. 
ANTÓNIO TELLES - Uma boa (excelente)  actuação com ferros empolgantes. 
LUÍS ROUXINOL -  Perante um toiro bronco que não se deixava levar pela esquerda puxou pelos galões e claro pelo DOURO e com classe, garra e toureiria selou o triunfo.
MIGUEL MOURA - Aquém do esperado Miguel  ( vale muito mais ) esteve algo irregular alternando bons ferros com  outros menos conseguidos.
LUÍS ROUXINOL JR.- Brega bem cuidada, " ajudou" o toiro que denotava problemas nos quartos traseiros, bons ferros com destaque para o par de bandarilhas em sorte frontal como mandam as regras. 
ANTÓNIO TELLES  (filho) - Apesar de incluído num cartel de figuras António é ainda um promissor toureio amador e é nesse prisma que tem que ser analisada a sua actuação que foi apenas e só triunfal. Temos toureio.

APOSENTO DA MOITA - Forcados em noite triunfal.
Eram enormes as expectativas em relação aos forcados, pegar a solo sete toiros de Passanha não é tarefa ao alcance  de qualquer grupo, o Aposento da Moita assumiu esse compromisso e TRIUNFOU, triunfo forte para que muito contribuíram os caras, José Maria Bettencourt, Marcos Prata ( um pegão ) João Ventura, Leonardo Mathias, Bernardo Cardoso, Martim Afonso Carvalho e João Gomes na generalidade, bem na cara dos toiros que dessa forma deram o mote para uma noite de gala.

TOIROS - Os exemplares de Passanha cumpriram sem grande relevo. 

Um abraço 
José Luís Figueiredo 
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS