domingo, 14 de abril de 2019

CAMPO PEQUENO, TOIROS E FORCADOS - POR JOSÉ LUÍS FIGUEIREDO



Eram enormes as expectativas em redor da corrida que assinalava a inauguração da temporada na catedral, cartel bem interessante António Telles, Rui Fernandes e Duarte Pinto toureiros de créditos confirmados e dois grupos de primeiríssima linha, Amadores de Montemor e Amadores de Vila Franca de Xira. Um cartel para aficionados, era e em parte foi meio caminho para o êxito.
TOIROS - à arena da monumental saíram seis imponentes, verdadeiras estampas com a divisa de António Silva, toiros sérios a impor respeito, mas colaborantes com os artistas, dois foram excepcionais e os restantes deram bom jogo sempre prontos a investir,jamais procurando o refugio nas tábuas, nota alta, altíssima para a ganadaria.
FORCADOS EM NOITE TRIUNFAL - para pegar os toiros de imponente apresentação e poderio foram escolhidos dois grupos de primeiríssima água Amadores de Montemor e Amadores de Vila Franca de Xira que foram também eles protagonistas de uma noite triunfal e em crescente. Francisco Barreto abriu a contenda com uma excelente pega, o vilafranquense David Moreira manteve o tom, João da Câmara pelos alentejanos elevou a fasquia, Rui Godinho de Vila Franca respondeu à altura também ele com uma grande pega. Em matéria de pegas a competição estava ao rubro mas faltava algo... algo que temos dificuldades em narrar, é necessário ver para crer. Francisco Borges ícone da forcadagem que há muito nos habituou a momentos ímpares, só ao alcance dos predestinados, perante um toiro que impunha respeito,daqueles que fazem secar a boca, citou de largo sem securas dando vantagem ao oponente e em duas fabulosas tentativas a última concretizada gravou mais uma vez o seu nome a letras de ouro nos compêndios da arte de bem pegar toiros. Um forcadão, de seguida o vilafranquense Francisco Faria bem mais jovem mas também ele a marcar a diferença, fechou a contenda com três duras tentativas em que a jaqueta das ramagens foi altamente dignificada, após a consumação da pega, Faria com fractura da tibia foi encaminhado para o hospital de Vila Franca de Xira onde se mantém internado. Uma palavra de apreço para o companheirismo revelado por todos os forcados indiferentes à cor das jaquetas.
Enfim noite mágica para o estatuto de FORCADO AMADOR.
CAVALEIROS - no referente ao toureio a cavalo a noite não foi de triunfos pese alguns bons momentos, sobretudo na segunda metade da corrida, a prestação dos actuantes esteve aquém do desejável. Melhores dias virão.


Um abraço

José Luís Figueiredo


 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS