segunda-feira, 24 de junho de 2019

JOÃO MOURA JR., TOIRO DE SÃO TORCATO E FORCADOS DE ÉVORA TRIUNFAM NO CONCURSO DAS SANJOANINAS

 “Giraldo”, um toiro encastado e temperamental de São Torcato foi
premiado com o premio “Melhor toiro” e o a ganadaria Passanha Sobral obteve
o premio de “Melhor apresentação”.

-          João Moura Jr. desenvolveu uma faena brilhante ao bravo sexto e
venceu o premio de “Melhor lide numa tarde de competição acesa.

-          Os amadores de Évora deram uma grande tarde de pegas e levaram o
premio de “Melhor grupo”, tendo rivalizado co mo grupo da Tertulia
Tauromáquica Terceirense.



A ganadaria de São Torcato saiu triunfadora do já tradicional Concurso de
Ganadarias que ontem serviu de abertura à Feira de São João 2019, pela
apresentação de um exemplar encastado e temperamental, de origem Pinto
Barreiros, que acabou por vencer o premio de “Melhor toiro”. João Moura Jr
também esteve em plano de evidencia, saindo vencedor do premio “Melhor lide”,
tal como havia ocorrido no ano anterior.

A disputa pelos prémios foi intensa até ao final da corrida, principalmente
na segunda parte, onde cavaleiros e toiros atingiram um nivel de maior
relevo e de merecido reconhecimento. A título de exemplo, Filipe Gonçalves
desenvolveu uma lide vibrante,  aproveitando as investidas do toiro
encastado de São Torcato e incrementando toda a sua garra. Além de toda a
determinação que colocou na lide, Filipe Gonçalves envolveu a sua actuação
com adornos qye fácilmente chegaram ao público.

Não menos importante foi a lide do açoriano Tiago Pamplona frente ao toiro
de Passanha Sobral (origem Cebada Gago) que foi distinguido com o premio de
“Melhor apresentação” pelas suas formas muito finas. O cavaleiro
terceirense toureou e templou as investidas do exemplar de Passanha Sobral,
entregou-se à lide e cravou com rectidão, acabando por fazer uma lide
emotiva em tom crescente. Encerrou a sua actuação com duas sortes de
violino que fácilmente chegaram às bancadas.

Depois de uma primeira parte em que os cavaleiros ultrapassaram a falta de
entrega dos primeiros três toiros, o melhor da corrida acabou por ficar
registado no ultimo da ordem. Um toiro rematado de João Gaspar de
procedencia Murube que deu sinais de bravura e entrega, ao qual João Moura
Jr. se recreou na colocação da ferragem. Destaque suplementar para os
últimos encontros entre toiro e montada, onde o cavaleiro esperou a chegada
do hastado até ao estribo para cravar, resultando nos momentos mais altos
da corrida.

No campo dos forcados, o grupo dos amadores de Évora, um dos mais
prestigiados de Portugal, teve uma tarde redonda, com os seus elementos a
demonstrarem um grande nivel com pegas limpas e eficazes, sempre ao
primeiro intento. Entre a belissima atuação do grupo alentejano
destacaram-se as pegas ao terceiro e quinto da ordem, esta última do cabo
do grupo, João Pedro Olvieira.

Pela parte dos amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, houve um
esforço substancial para conseguir o premio que já haviam alcançado em
2018. No entanto, a tarde mostrou-se acidentada e de pegas complicadas para
o grupo açoriano.



*FICHA DO FESTEJO:*

Praça de Toiros Ilha Terceira, sábado 22 de Junho. Primeiro espectáculo das
Sanjoaninas. Corrida à Portuguesa – Concurso de ganadarias.



*Ganadarias.-*

Toiros em orden antiguidade e saida, Oliveira Irmãos (manejável mas justo
de raça), Rego Botelho (entrega escaça), José Albino Fernandes
(complicado), São Torcato (encastado e temperamenal), Passanha Sobral
(nobre) e João Gaspar (Bravo e a ir a mais). Corrida desigual de volumen,
destacando-se o toiro de Passanha Sobral pelas suas formas finas.



*Cavaleiros – *

Filipe Gonçalves (casaca verde garrafa e ouro): volta à arena em ambos.

Tiago Pamplona (casaca champanhe e ouro): volta à arena em ambos.

João Moura hijo (casaca grená e ouro): volta à arena em ambos.



As bancadas apresentaram-se prácticamente cheias

Os juris anunciados previamente atribuiram os prémios da seguinte forma:

Melhor lide: Joao Moura Jr., ao sexto toiro.

Melhor toiro: “Giraldo”, nº 340, flavo, de 490 Kg, de São Torcato, lidado
em 4º lugar.

Melhor apresentação: “Manijero”, nº 18, de 450 Kg, de Passanha Sobral,
lidado em 5º lugar.

-Melhor grupo de forcados, Amadores de Évora.


 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS