quarta-feira, 31 de julho de 2019

Cada macaco no seu galho... Artigo de opinião - por Maria João Mil-Homens



Ao longo de quase 45 anos de vida, aprendi e continuo a aprender muita coisa. Coisas essas que faço questão de aplicar na minha vida diária e que faço questão passar aos meus filhos, para os tentar proteger de cometer semelhantes erros. 
Muitas vezes aprendo com os meus próprios erros, mas acima de tudo, tento sempre aprender com os erros dos outros, acho muito mais perspicaz e menos sofredor. 
Não sou perfeita nem tenho tensões de ser, deve ser uma chatice ( ia dizer maçada, mas soa muito a "tia" e não tenho por hábito fazer-me passar pelo que não sou... logo eu que sou filha única) porém cá de cima dos meus erros, não chulo ninguém, não me vendo, não sou falsa e principalmente, não dou importância a quem de fato não a tem na minha vida. 
Porém, depois de tanto zum zum, e diz que disse (eu não sou destas merdas) resolvi clarificar aqui uma ou duas coisas. A primeira é que apesar do meu nome ser o primeiro da lista de uns quantos colegas meus e outros artistas que igualmente admiro como profissionais e outros também como seres humanos, não sou a fundadora de nada, aliás num grupo nem há dessas coisas, somos um só. Mas realmente não fui eu que iniciei ou sequer tive a ideia, apesar de concordar a 1000% com ela. Não estive nem em Coruche nem em corrida nenhuma nesse mesmo dia, pois estava doente em casa. E o que aqui quero esclarecer para não suscitar mais conversa de tasca, é o seguinte: sim publico e continuarei a publicar colhidas, com o critério que sempre tive, seja 1 foto ou 100, não o farei sem o consentimento do interveniente ou do seu representante, para além destes requesitos, (fundamentais na vida de qualquer pessoa bem formada e que não passa por cima de qualquer coisa ou de alguém para ganhar uns míseros trocos), tenho sempre a plena consciência que a publicação das referidas fotos não prejudicam 1o a Tauromaquia, e 2o nem o animal ou o interveniente envolvido, perderam a vida. (Excepção feita à pega do nosso querido Fernando Quintela que à hora da publicação, não se tinha conhecimento do sucedido). 
Posto isto, resta-me esclarecer ainda que, tenho vida própria, filhos, marido, amigos (as) e que tenho mais do que fazer que andar por ai a destilar veneno, isso deixo para os profissionais do setor. 
Cada macaco no seu galho. 

E eu cá sou Tauromaquia. (Je suis Tauromaquia)

Um bem haja para todos os que quiseram enriquecer a sua cultura ao ler este meu humilde texto, que não diz mal de ninguém, nem fui paga para escrever, nem bem nem mal. 

Maria João Mil-Homens 

COMUNICADO DOS FOTÓGRAFOS TAURINOS ACTUALIZADO



Face aos ataques de que fomos alvo nas redes sociais, após a divulgação de imagens resultantes dos incidentes ocorridos na corrida de toiros de Coruche, no passado dia 6 de julho, Nós Fotógrafos Taurinos, vimos por este meio tomar uma posição clara, que nos permita marcar a diferença e ainda de nos distanciar de atitudes em que não nos revemos e que levam à deturpação da imagem da tauromaquia.
Informar, sim! A qualquer custo, não! 
Não podemos passar por cima de qualquer um apenas para usufruir de euros ou visibilidade.
Carácter, humanismo, valores, mas acima de tudo afición, distinguem-nos dos demais. 
Estamos unidos com um único propósito, a divulgação, promoção e defesa da tauromaquia, sem nunca desrespeitar os artistas, os animais e o publico.
TEMOS ORGULHO EM SER DIFERENTES!
A divulgação/venda/cedência das imagens das colhidas na corrida de Coruche, pela nossa interpretação, devem ser mostradas, mas ao contrário de outros julgamos que uma ou duas fotos com critério o fazem na perfeição e não da forma massiva como foram divulgadas.
O respeito pelos artistas e animais deve ser um dever fundamental. 
Informar, sim! A qualquer custo, não! 
Somos conscientes, somos pela verdade, seja na trincheira ou nas bancadas
TEMOS ORGULHO EM SER DIFERENTES!
A TAUROMAQUIA, PARA ALÉM DE PAIXÃO É A NOSSA RAZÃO!
Fazemos milhares de quilómetros, atrás dos nossos toureiros, forcados e toiros, com o dever de bem informar.
Não queremos ver constantemente a tauromaquia a ser atacada pelos anti taurinos, mas pior é ver ser maltratada por alguns dos “nossos” que se dizem profissionais.
Nós, amadores, mas bem formados e defensores de uma cultura que tanto amamos, somos diferentes.
Estamos unidos e defenderemos sempre a Festa Brava e a todos os intervenientes que connosco "compartilhem cartel".
Informar, sim! A qualquer custo, não!

Os abaixo assinados:

Maria João Mil-Homens (Porta dos Sustos)
Armando Sousa Alves (Forcadilhas e Toiros)
João Silva (Sol e Sombra)
João Carvalho (Forcadilhas e Toiros)
Mónica Santa Bárbara (Forcadilhas e Toiros)
Sofia Sousa Morte (Tauronews)
Florindo Piteira (Piton a Piton)
Pedro Batalha (Naturales)
Bárbara M. da Costa (Porta dos Sustos)
Mónica Mendes (Porta dos Sustos)
Francisco Mira (Tauronews)
Nuno Almeida (Tauronews)
Ana Direito (Forcadilhas e Toiros)
José Canhoto (Aficionados de Portugal)
Edgar Vieira (Açores)
Nelson Índio
António Lucio (Barreira de Sombra)
Jornal Olé !


CONTAMOS COM O APOIO DE TODAS AS ASSOCIAÇÕES DO SECTOR TAUROMÁQUICO.

APET
APCTL
ANGF
ANDT

Cavaleiro João Moura Junior
Cavaleiro Luis Rouxinol
Cavaleiro Luis Rouxinol Jr
Cavaleiro Marco Bastinhas
Cavaleiro João Moura
Cavaleiro António Prates
Cavaleiro António Telles
Cavaleiro Francisco Palha
Cavaleiro Filipe Gonçalves
Empresa Toiros e Tauromaquia
Grupo forcados Amadores de Lisboa
Empresa Sociedade Campinas
Cavaleiro Marcelo Mendes
Empresa Rafael Vilhais Unipessoal
Cavaleira Cláudia Almeida
Cavaleira Verónica Cabaço
Cavaleiro David Gomes
Novilheiro Duarte Silva
Bandarilheiro Cláudio Miguel
Cavaleiro António Núncio
Cavaleiro Francisco Núncio
Apoderado António Santos
Cavaleiro Amador Marco Santos
Cavaleiro Praticante Quim Zé Santos
Empresa Toiros das Sesmarias
Cavaleiro Tito Semedo
Empresa Verdadeira Festa de Vasco Durão
Diogo Marcelino (Faenas Tv)
Matador Nuno Casquinha
Apoderado Pedro Penedo
Cavaleiro Rui Fernandes
Bandarilheiro João Ganhão









ACONTECIMENTO ESPECIAL NA TRADICIONAL CORRIDA DE TOIROS EM SAMORA CORREIA


A tradicional corrida de toiros de Samora Correia que se celebra tradicionalmente pelas festas em Honra de Nossa Senhora de Oliveira e de Nossa Senhora de Guadalupe, terá na noite de 19 de Agosto um acontecimento que marcará a temporada.

A despedida de um forcado é sempre algo que marca a tauromaquia, e quando se trata de João Machacaz, o momento tem inequivocamente um sentimento de nostalgia. Junto das suas gentes, João Machacaz envergará pela última vez a jaqueta das ramagens, numa noite onde será ladeado pelos dois grupos que representou – amadores do Ribatejo e amadores de Alcochete.

Um acontecimento que merece uma moldura humana significativa, pois o Homem e Forcado João Machacaz muito deram à festa.

Em noite de compromisso, anuncia-se um imponente curro de toiros de Prudêncio que será lidado pelos cavaleiros Filipe Gonçalves, Miguel Moura e Verónica Cabaço, assim como os já mencionados grupos de forcados.

Os bilhetes podem ser adquiridos nos locais habituais e no dia da corrida nas bilheteiras da praça de toiros.

A ganadaria Dr. António Silva comemora este ano 75 anos de existência.








terça-feira, 30 de julho de 2019

OS TOIROS REGRESSAM AO COLISEU FIGUEIRENSE NO PRÓXIMO DIA 10 DE AGOSTO

Após o sucesso artístico registado na corrida celebrada no passado sábado, o
Coliseu Figueirense está já preparado para receber a segunda corrida de
toiros integrada na temporada de verão 2019.

 

Um cartel variado com a presença de seis cavaleiros de diferentes estilos,
como são Rui Salvador, Ana Batista, João Moura Caetano, Andrés Romero, David
Gomes e António Prates, estando as pegas a cargo dos forcados amadores de
Montemor e Aposento da Moita, numa noite onde se lida um soberbo curro de
toiros da ganadaria de Falé Filipe.

 

Sábado, dia 10 de Agosto pelas 22:00 horas, mais um grande acontecimento no
Coliseu Figueirense!


FRANCISCO PALHA COM PUBLICIDADE ÀS PORTAS DE LISBOA

Depois da grande polémica que rondou na retirada da iconografia das placas
informativas para a Praça de Toiros do Campo Pequeno, Francisco Palha
impõem a sua paixão, a sua profissão, às portas de Lisboa.

É um acto de coragem, pelos motivos que todos nós sabemos, as constantes
afrontas á tauromaquia e á festa brava, e é nesse sentido que se pretende
vincar com força por parte de quem a vive.

Numa vertente promocional, ao próprio, cavaleiro tauromáquico e não podendo
deixar de agradecer todo o apoio recebido por parte da Horta Osório Wines
nesta temporada.

Com os melhores cumprimentos,
Equipa Francisco Palha


COMPRE BILHETE PARA 8 DE AGOSTO NO CAMPO PEQUENO E BENEFICIE DE 50% DE DESCONTO NA CORRIDA DE 23 DE AGOSTO

Com o objetivo de promover o espectáculo tauromáquico e designadamente o toureio a pé, a empresa do Campo Pequeno leva a efeito a seguinte promoção, válida a partir de hoje:
Ao comprar bilhete para a corrida de 8 de Agosto no Campo Pequeno (Homenagem a Rui Salvador/Corrida do Emigrante) beneficia de um desconto de 50% na aquisição de bilhete para a corrida de 23 de Agosto (Apresentação da ganadaria Calejo Pires e Apresentação do mais recente Matador de Toiros português, João Silva “Juanito”, que alternará com os já triunfadores no Campo Pequeno António João Ferreira e Manuel Dias Gomes).


Marco Jesus: "Rui Salvador é o 'cavaleiro dos ferros impossíveis"

Marco Jesus, Cabo do Grupo de Forcados Amadores de Tomar concorda com a definição de Rui Salvador como "o cavaleiro dos ferros impossíveis", imagem que tem sido a constante da sua carreira de 35 anos como profissional.
Rui Salvador comemora a 8 de Agosto, no Campo Pequeno, o trigésimo-quinto aniversário da sua alternativa que lhe foi concedida, nesta praça, por José Mestre Batista, na presença de João Moura.
" É com muito orgulho que o Grupo de Tomar irá  pegar no Campo Pequeno e com a responsabilidade de ser os 35 anos da alternativa do Rui, uma das mais importantes figuras do toureio a cavalo das últimas décadas, um conterrâneo nosso e um amigo deste grupo", afirmou Marco Jesus.
D ponto de vista pessoal Marco Jesus considera que "a noite de 8 de Agosto será uma noite especial com muitas emoções", visto que será a sua última presença no Campo Pequeno, enquanto forcado no activo e Cabo do grupo de Tomar, pois despedir-se-á do toureio no dia seguinte, numa corrida em Tomar.~
O cartel completo é constituído pelos cavaleiros João Moura, Rui Salvador e Luis Rouxinol e pelos grupos de forcados Amadores de Tomar (Cabo Marco Jesus), Amadores de São Manços (Cabo João Fortunato) e Amadores das Caldas da Rainha (Cabo Francisco Mascarenhas). Serão lidados seis imponentes toiros da ganadaria Veiga Teixeira (encaste Oliveiras e Parladé).


CONCURSO DE GANADARIAS NO CENTENÁRIO DA PRAÇA DE TOIROS DA CHAMUSCA

No próximo dia 3 de Agosto, na Praça de Toiros da Chamusca - as 3 primeiras Ganadarias

Toiro da Ganadaria David Ribeiro Telles (nº31):
Divisa: Vermelha e Negra
Antiguidade: 09/05/1929
Esta ganadaria lidou o seu primeiro curro na Praça da Chamusca, em 1929. Seguindo com a ganadaria, já David Ribeiro Telles, mantendo o primitivo ferro, prossegue na linha Barreiros – Silva, adquirindo mais um lote de vacas Pinto Barreiros e introduzindo sementais de João Moura.
A partir de 1994, são agregadas reses de Santiago Domecq, procedentes de Jandilha.

Toiro da Ganadaria Vale do Sorraia (nº100):
Divisa: Azul e Branca
Antiguidade: 16/08/1948
Ganadaria iniciada em 1947 por David Ribeiro Telles e seu irmão, com reses de Pinto Barreiros e Dr. António Silva, efetivo que, mais tarde, é transferido para a divisa de David Ribeiro Telles, sendo substituída por reses de casta portuguesa provenientes de Norberto Pedroso, Branco Teixeira e Palha Blanco.
A partir de 19 1070, com a designação de ganadaria “Vale do Sorraia” é o efetivo substancialmente reduzido, para se revitalizar desde 1986, através de vacas “Passanha”, Ribeiro Telles e Irmãos Dias, estes procedentes de Norberto Pedroso, tal como os sementais. 
 In, Lide, A. P. (2006). Ganadarias Portuguesas.Samora Correia.

Toiro da Ganadaria Manuel Tavares Veiga (nº54):
Divisa: Azul e Branca
Antiguidade: 11/09/1969
Fundada em 1968 com um lote de vacas de Rafael Calado e sementais Dr. Silva, é aumentada dois anos depois, com vacas Cabral Ascensão.
Posteriormente, foram introduzidos sementais de Nuñes, Cabral Ascensão, Vasconcellos d’Andrade e Oliveiras Irmãos, enquanto um lote de vacas desta última divisa, foi também incorporado na ganadaria.
Entretanto, a partir de 1998, o efetivo tem vindo a ser substituído, progressivamente, por vacas e sementais Torestrella.

 In, Lide, A. P. (2006). Ganadarias Portuguesas. Samora Correia.




Luís Rouxinol: “O Rui Salvador é acima de tudo um grande amigo”

O cavaleiro Luis Rouxinol considera o seu colega Rui Salvador como “um exemplo enquanto profissional, um bom colega e acima de tudo, um grade amigo”.
Luís Rouxinol é um dos cavaleiros (juntamente com João Moura) que integra o cartel da corrida comemorativa dos 35 aos de Alternativa de Rui Salvador, a realizar no Campo Pequeno, no próximo dia 8 de Agosto.
“O Rui esteve presente num dos momentos mais importantes da minha vida, a corrida da minha alternativa a 10 de junho de 1987 em Santarém, onde foi testemunha” referiu o cavaleiro, acrescentando sentir-se “orgulhoso por participar no cartel da corrida em que será homenageado pelos seus 35 anos de alternativa, no dia 8 de Agosto no Campo  Pequeno.”
E faz ainda um voto: “Que tenha saúde e vontade para se aguentar por muitos mais anos e continuarmos a ser companheiros de cartel como tanto gosto.”
O cartel completo da corrida integra os nomes dos cavaleiros João Moura, Rui Salvador e Luis Rouxinol e os grupos de forcados Amadores de Tomar, Amadores de São Manços e Amadores das Caldas da Rainha, capitaneados respetivamente por Marco Jesus, João Fortunato e Francisco Mascarenhas, sendo lidados 6 magníficos toiros da ganadaria Veiga Teixeira (encaste Oliveira e Parladé).


PRÓXIMAS CORRIDAS DA TEMPORADA NO CAMPO PEQUENO




CORRIDA DE TOIROS NA MESSEJANA A 15 DE AGOSTO


GALERIA DO SOCIAL NA CORRIDA NAS CALDAS DA RAINHA PELA OBJECTIVA DE MÓNICA MENDES






































 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS