terça-feira, 23 de julho de 2019

"BASTINHAS E PABLO OU VICE VERSA, EM ÉVORA MONTARAM CÁTEDRA."


Minha querida Maria só tu e a Carmo é que fizeram com que eu abandonasse Santa Luzia e as nossas cadelinhas ( marisco atenção,) acompanhadas por aquela sangria que só a ti Rosa e os seus setenta anos passados com as gentes do mar sabem o segredo. No entanto a vossa bola de cristal estava certa: que grande corrida eu perderia se não fôssemos a Évora! Esquecendo algumas transgressõeszitas ao radar (eles estavam a Jantar) chegámos em cima da hora de inicio do espectáculo. Claro que fomos recebidas com os teus habituais mimos, desta feita muito... enfáticos; diríamos. Dito isto como "mero agradecimento", vamos para a praça e falar do que vimos - ou entendemos que aconteceu. E logo de inicio uma bonita e justa homenagem, àquele que em tantas e tantas ocasiões nos presenteou com o seu toureio vibrante e alegre, arriscando como as verdadeiras figuras o devem fazer, acompanhado sempre daquele sorriso. O sorriso e a alegria de Joaquim Bastinhas, um Homem, um Toureiro que sempre amou a sua arte e acarinhou o publico. Uma figura única! Vamos á corrida. Lotação esgotada na Arena D`Évora. Um cartel de peso: Pablo, Marcos Bastinhas e Guillermo Hermoso de Mendoza, que fez a sua apresentação em arenas lusas. Um curro de toiros da ganadaria "Passanha", bem apresentados, em tipo e que proporcionaram boas lides, tendo o ganadeiro dado volta com Marcos Bastinhas, após a lide do quinto da noite. Quanto a Grupos de Forcados: os de Évora e São Manços (pura cepa alentejana) que a todos brindaram com a categoria das suas pegas. Pablo Hermozo de Mendoza lidou o primeiro e quarto da ordem, dois bons toiros de investidas suavonas, tal como o seu toureio requer e daí partindo para duas também boas actuações, adornadas de bonitos recortes. Com sentido lidador apurado, esteve certeiro a cravar rematando com gosto a ferragem, levando sempre os toiros muito justos ás garupas das montadas em vistosos ladeares. A Marcos Bastinhas coube em sorteio, outros dois bons toiros, o segundo e o quinto da noite. O ginete de Elvas "fez o pleno" nas suas duas lides. Lidador, encastado, com poder e arte cravou a ferragem. Os recortes foram de belo efeito, e o galope a duas pistas com o seu cavalo preto, pleno de emoção, levando categoricamente de vencida os seus oponentes. Encerrou as suas actuações, selando-as  com os tradicionais pares de bandarilhas, chancela Bastinhas, mas com a assinatura de Marcos, que empolgaram o publico. Para lidar o terceiro e sexto da ordem Guillermo Hermoso de Mendoza., compartindo cartel com dois toureiros, que nesta noite em Évora montaram cátedra na sua arena. Apesar de alguns bons ferros, o jovem rejoneador de navarra (por sinal simpático), acusou a pressão de tão grande compromisso. As suas actuações pautaram-se por alguma irregularidade, que o publico desculpou mas que terá de rever e amadurecer, digamos. Quanto ás pegas como já dissemos no inicio, foram de valentia coesão de grupo e querer; em suma pegas rijas como se pretende de quem vai á cara de um toiro e que honra a jaqueta que enverga! Por Évora foram á cara dos toiros Manuel Rovisco, João Madeira e Dinis Caeiro. Já por São Manços foram caras Jorge Valadas, João Fortunato e Pedro Galhardo. Dirigiu com acerto Domingos Jeremias. Uma grande noite de toiros, com publico satisfeito perante o êxito dos artistas, certamente a melhor homenagem que se podia prestar á figura de Joaquim Bastinhas. Ainda uma palavra para o nosso querido Zé Luís: regressa rápido que isto com a Maria cada vez está pior - é um desassossego total! Já agora Maria, quando desceres ao Algarve, passa por Santa Luzia... nós oferecemos as cadelinhas (bivalves) e respectivo refresco, em troca de mais  duas entradas para uma boa corrida. Assim as vossas bolas de cristal o adivinhem!!
                                                                                  
                                                                                                     Marta Vieira




G.F. Amadores de Èvora





G.F. amadores de São Manços





 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS