domingo, 1 de setembro de 2019

Nuno Santana: A próxima corrida no Campo Pequeno "será decerto marcante"!



O Grupo de Forcados Amadores de Alcochete pegará, juntamente com o grupo do Aposento da Moita, a corrida da próxima quinta-feira, no Campo Pequeno. Nuno Santana, cabo do grupo de Alcochete, vaticina que "será uma noite, decerto, marcante pela apresentação de uma futura figura do toureio mundial", referindo-se ao rejoneador Guillermo Hermoso de Mendoza.

Sobre a corrida da próxima quinta-feira, diz que "actuar no Campo Pequeno é o expoente máximo da Tauromaquia, é a praça com que todos sonham e ambicionam estar" e relativiza a competição com o grupo do Aposento da Moita, preferindo pôr a tónica na competição com o toiro: " A nossa competição será sempre com os toiros que nos sairão. Quanto ao Aposento da Moita, desejo-lhes a maior sorte, assim como aos restantes intervenientes."

Do curro da ganadaria Passanha, espera " uma corrida difícil, com toiros à altura da prestigiada e histórica ganadaria Passanha". E especifica: "Por norma, são toiros pesados e de um trapío irrepreensível, que normalmente dificultam a vida aos forcados"

Nesta corrida, estreia-se e, consequentemente confirma a Alternativa, o rejoneador espanhol Guillermo Hermoso de Mendoza, completando o naipe de cavaleiro seu pai, Pablo Hermoso de Mendoza e o português Antonio Ribeiro Telles.

Sobre a temporada para o Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, Nuno Santana considera que " no que toca a performance, esta temporada está a correr muitíssimo bem. Por outro lado, o reduzido número de actuações que temos tido, não condiz com o valor e pergaminhos do Grupo.
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS