segunda-feira, 6 de julho de 2020

NOTA DE PESAR DE MANUEL ALEGRE, SOBRE A MORTE DE MÁRIO COELHO

FOTO: D.R.

Nascido num bairro pobre de Vila Franca de Xira, viria a ser um príncipe entre os príncipes do mundo. Grande toureiro, dentro e fora da arena, Mário Coelho conviveu com Picasso, Hemingway, Orson Welles, foi admirado e amado por algumas das grandes estrelas do seu tempo. Prestigiou o nome de Portugal nas maiores praças na Europa e na América Latina. Era um cavalheiro que parecia estar sempre vestido com o trage de luces. Com a morte de Mário Coelho, Portugal perdeu um grande artista e eu um bom amigo.
Sentidas condolências a Helena Guerra, a toda a família e à tauromaquia portuguesa.
Manuel Alegre
 
Copyright © 2013 PORTA DOS SUSTOS